Medicina de Viagem

Não importa se o seu destino é um país rico ou uma nação pobre, se é turismo de aventura com visitas a áreas rurais ou permanência em áreas urbanas densamente povoadas, é preciso buscar uma orientação médica prévia. Estudos científicos mostram que menos de 30% dos viajantes no mundo procuram informações sobre como reduzir riscos de adoecimento durante as viagens, e muitas vezes isso pode custar aborrecimentos, retorno antecipado, dificuldade de seguir o roteiro previamente estabelecido, convalescença e custos adicionais. Mudar esse quadro é um dos objetivos da Medicina de Viagem, também conhecida como Medicina do Viajante, que tem como objetivo maior reduzir o risco de adoecimento individual e evitar a disseminação internacional de doenças. Na consulta pré viagem, o viajante recebe orientações sobre o local de destino, as doenças mais prevalente, a ocorrência de surtos, as vacinas recomendadas e uso de medicações profiláticas e terapêuticas. Além de orientações sobre atendimento médico no local de destino, os cuidados necessário com os alimentos, água,  uso de repelentes, altitude, entre outros.

Preferencialmente, o agendamento da avaliação deverá ser entre 4 a 6 semanas antes da viagem. Assim você e seu roteiro poderão ser minuciosamente avaliados pelo médico. E não se esqueça: algumas vacinas podem demorar algum tempo até começarem a fazer o efeito de proteção desejado, daí a importância de se agendar a consulta com antecedência!

Caso você fique doente ao voltar de uma viagem, marque sua consulta para avaliação médica. Nestes casos, é comum que o viajante tenha adquirido uma doença infecciosa. Quanto antes você for avaliado, mais preciso será seu diagnóstico e mais eficaz será o tratamento.

Anúncios

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: